Buscar
  • Laboratório da Cerveja

Desenho higiênico de equipamentos: você sabe a importância para a sua cervejaria?

O design de um equipamento é considerado higiênico quando é projetado para eliminar ou reduzir os riscos de contaminação de bebidas e alimentos, além de infecção, doenças ou danos a saúde e integridade do consumidor.

Os equipamentos com falhas e imperfeições no desenho geralmente possuem pontos mortos, onde os sanitizantes não conseguem alcançar, soldas com imperfeições, provocando corrosões, ângulos sem arredondamento e problemas de drenagem provocando acúmulo de produto ou da água de enxágüe.

O perigo do biofilme

Todas essas imperfeições favorecem a formação de biofilmes, que são comunidades de (micro) organismos que podem provocar além da contaminação do produto, entupimentos e corrosão. São fontes intermináveis de liberação e disseminação de microrganismos por toda a fábrica.

Já um equipamento higiênico deve ser de fácil limpeza e sanitização. Projetado com materiais inertes para evitar as corrosões, os pontos mortos devem ser evitados, as superfícies devem ser limpas e sanitizadas, assim como cantos e ângulos.

Dicas


Na sua cervejaria observe o desenho de alguns equipamentos. Em envasadoras cuidado com o acúmulo de cerveja em pontos mortos. Nos tanques de fermentação, dê atenção especial aos pontos de solda. Soldas mal feitas são perfeitas para o abrigo de microrganismos e formação de biofilme. Atenção ao pescador que auxilia no processo de envase. Cuide da limpeza desse ponto de forma especial. Limpe manualmente todos, e se perceber que a solda está mal feita refaça a peça. Atenção também aos pontos mortos do spray ball nos tanques. Faça limpezas manuais regulares em sua fábrica e inspeções semanais!

Já inspecionou sua cervejaria hoje? Se precisar, estamos aqui para lhe ajudar!


Por Luciana Brandão, Co fundadora e CEO do Laboratório da cerveja.



0 visualização
Laboratório da Cerveja ® 2019
images.png
  • Instagram